quinta-feira, 21 de junho de 2018

Acabou e Agora #9 Champô Roxo Amethyste

Se bem me lembro, foi em outubro de 2016 que pintei pela primeira vez o cabelo.
Já falei uma série de vezes aqui do meu cabelo: gosto dele. Sou loura naturalmente, um tom de louro escuro, douradinho e gosto dele, mas sempre me imaginei platinada.
Em outubro pintei sem descolorar, mas não foi suficiente e poucos meses depois optei por descolorar no comprimento e adorei! Desvantagem: os amarelos! 
Sempre ouvi falar dos champôs roxos para cortar os amarelos dos descolorados, por isso decidi comprar um para experimentar e o primeiro champô roxo que usei foi da Amethyste e visto que já o acabei, hoje venho falar-vos sobre ele.

Quanto tempo durou?
Este champô traz 250 ml e durou-me 3 meses. É importante dizer que lavo o cabelo no máximo 3 vezes por semana.

Cumpre o que promete?
A grande promessa é cortar os amarelos, dando aos platinados reflexos mais acinzentados.
Cumpre!
Logo depois da 1ª lavagem com este champô se nota bem a diferença dos reflexos. 

A Xana e as embalagens  . . . 

domingo, 17 de junho de 2018

tag | Irmandade das blogueiras

Nota da autora: Este post está escrito desde setembro do ano passado e não sei porque não o publiquei na altura, mas as respostas coicidem a 100% com a realidade e teria escrito exatamente o mesmo se fosse hoje!
 
Antes de começar a escrever este post fui ali à barra lateral do blog ver a que tags é que já tinha respondido e qual não foi o meu espanto ao ver 21 publicações! Algumas tãããããooo antiiiigaaaas que dá aquela nostalgia... mas bem, desta vez fui desafiada por uma das pessoas mais especiais que a blogosfera me trouxe: a Andreia Moita, muito obrigada minha flor ♡ vai ser um prazer e tanto responder às tuas perguntinhas :D

A tag que vos trago hoje tem 10 perguntas criadas pela Andreia e tem 4 regras:
  1. agradecer e indicar o blog que nos identificou (check lá em cima);
  2. responder às 10 perguntas;
  3. escolher 10 bloggers (e avisá-los) para responder também;
  4. criar novas 10 perguntas para esses bloggers.

Vamos lá responder às perguntas da Andreia:
  1. O que significa o nome do teu blog?
    Em 2012, quando criei o meu blog, queria que ele fosse um "sítio" ao qual as pessoas gostassem de ir quando estivessem numa pausa do dia de trabalho ou do dia de aulas. Queria que esse sítio as fizesse sentir bem e onde houvesse uma partilha positiva. Pensei fisicamente que sítio seria esse e obviamente, ou não fosse eu Tuga à séria, me lembrei do tradicional café. Onde se bebe o quê? Café! Onde? Numa chávena! Portanto encontrei a palavra base que queria que estivesse presente no nome do blog.
    Depois queria que com o nome do blog as pessoas conseguissem minimamente perceber qual a temática dele. Já sabia que queria falar de maquilhagem, moda, cenas de gaja e por aí adiante. Cenas com charme, estão a ver? Pumba! Segunda palavra encontrada!
    Uma Chávena de Charme ficou e quando quiserem sentar-se a beber um café, podem também sentar-se a ler Uma Chávena de Charme!

  2. O que tens escrito nos rascunhos e nunca publicaste?

sábado, 16 de junho de 2018

Review | Andreia Hybrid Gel + coleção completa Bárbara Sousa

Foi em 2016 que fui a última vez à Expocosmética, no Porto. Depois disso os requisitos para entrar como blogger ficaram mais específicos no que toca a números e não consegui ser inserida no evento como tal. Como também não queria parecer wanna be e uma viagem ao Porto ainda representa alguma despesa, deixei de ir.

Foi nesse ano que a Andreia se juntou a duas das bloggers / YouTubers pelas quais tenho mais carinho, a Barbarinha e a minha querida amiga (sei que posso considerá-la amiga cá do peito) Mafalda Vieria e lançou uma nova gama de vernizes onde cada uma das bloggers apresentou a nova gama com um  cofret com 6 cores escolhidas por elas.
E foi um desses cofrets que nesse ano todas as bloggers convidadas da feira trouxeram para casa como miminho da Andreia.

Colecção da Mafalda Vieira (Fonte)
Colecção da Bárbara Sousa

Escolhi as cores da Barbarinha porque sou rendida aos rosa pastel e bordeaux, mas vou falar-vos da gama hybrid gel para perceberem as diferenças quando comparada com uma gama tradicional de vernizes.

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Os 27 trouxeram-me uma falha na sobrancelha

nota da autora: este post está escrito desde dezembro de 2017, daí fazer sentido mencionar os 27 anos, agora já vamos mais perto dos 28 do que dos 27, mas sigaaaa ao post
É verdade gente! Sempre adorei as minhas sobrancelhas. Mal lhes toco, o que deixa muita gente com uma invejasinha fofinha! Mas a verdade é que a minha forma natural é quase perfeita e só arranco dois ou três pelitos que nascem desalinhados de 3 em 3 meses. Para além disso sempre foram preenchidas na medida ideial, maaaaaaaaaaaas eis que os 27 anos me trouxeram uma falha na sobrancelha esquerda, acreditam nisto?! Certamente que foram as invejosas que me rogaram tal praga!

Mas pronto, não adianta dramatizar. É o que digo sempre:

Aceita que dói menos!

E foi isso que fiz: aceitei e arranjei uma solução muito simples! O quê? O Brow This Way. O que é? É um kit de preenchimento de sobrancelhas super simples, rápido e prático de aplicar.

Deste kit fazem parte dois produtos e dois pincéis.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Já não escrevo há 6 meses mas venho hoje contar-vos que Mudei de casa e descobri o melhor e o pior para o meu cabelo

Estamos a 10 dias de se passarem 6 meses desde a última vez que aqui escrevi.
Se me dissessem há uns tempos a trás que isto ia acontecer, eu ia rir-me na vossa cara, mas afinal as ausências dos blogs tocam a todos, ou pelo menos tocou-me a mim.

Não que ache que tenho de me justificar perante vocês, meus queridos leitores, mas mais porque gosto de vos manter actualizados sobre grande parte da minha vida, aqui vai a bela da explicação para esta ausência de quase meio ano (credo! Assusta! Quase MEIO ANO!):

No fim de janeiro meti na cabeça que tinha de sair de casa dos meus pais, mas achava que fazê-lo sozinha, tipo sair de casa deles para alugar uma a 10 km e ser a "maior da minha aldeia" era só parvo. O meu homem estava então a trabalhar a cerca de 40 km aqui do sítio, e como entrava no trabalho antes de o sol nascer, também não fazia muito sentido vir morar comigo para aqui para dormir só assim 3 horitas e gastar o triplo do gasóleo.
Entretanto, com isto tudo, estávamos os dois (eu e o meu homem) descontentes com os nossos empregos (#quemnunca?) e começámos os dois à procura de novos empregos a ver se conseguíamos ficar mais perto um do outro e etc. e tal.

A meio de fevereiro o Sr. Meu Homem já tinha uma proposta de trabalho aqui para a cidade maravilha em vista então vai que se despede e começamos a procurar barraco para morar.

Portanto já estão a ver porque é que não conseguia vir aqui escrever: Trabalhava, ia ao ginásio (que uma pessoa não tem dinheiro para comprar roupa nova, portanto tem de fazer para continuar a caber na antiga), andava à procura de trabalho e depois à procura de casa - pouca coisa, portanto!

Uns dias antes de fevereiro terminar, o meu pai enviou-me uma mensagem no Whatsapp (sim, o meu pai é bué tecnológico, estão a ver?!) com uma foto a um anúncio de jornal de um T2 a alugar. Pensei 2 coisas: